11 de junho de 2019
Imprensa
Segunda ação clínica para brincantes da tradição popular é realizada pelo programa Cultura é + Saúde

Mestres e Brincantes da Cultura Popular de Juazeiro do Norte passaram por um dia de atendimento médico especialmente dedicado a eles, na Unidade Básica de Saúde Frei Jeremias, no Bairro Franciscanos. Antes foi feita uma triagem, para os atendimentos no último dia 05.

Foi a segunda ação do Programa Cultura é + Saúde, realizada pela Prefeitura de Juazeiro do Norte, em uma parceria entre a Secretaria de Cultura (Secult) e a Secretaria de Saúde (Sesau).

A primeira aconteceu no mês de fevereiro, quando foram realizados os primeiros atendimentos clínicos de Mestres e Brincantes. Nesta segunda ação, foram feitas novas triagens clínicas e, também, foi dada continuidade aos tratamentos que tiveram início em fevereiro.

Para o brincante Cícero Silva Sousa, conhecido como Bacurau, o atendimento recebido médico recebido através do programa “Cultura é + Saúde”, tem permitido que ele realize o tratamento necessário para um problema na coluna.  Maria José da Silva, do Reisado Mirim Estrela Guia e o Guerreiro Santa Lúcia realizou diversos exames, e já recebeu encaminhamento para uma cirurgia no ouvido.

A enfermeira Vládia Nobre, que atua na UBS Frei Jeremias, explica que essa parceria é importante para chegar a um público que tem dificuldade para acessar os serviços de saúde.

A Coordenadora do Programa Cultura é + Saúde, Maria Gomide, lembra que a finalidade do programa é cuidar e preservar a saúde desses agentes da Cultura Popular, que são um patrimônio de Juazeiro do Norte e da Região do Cariri e que tem total apoio da Gestão.

Ela destaca ainda que os projetos voltados para esse segmento, como é o caso do Ciclo de Reis, que têm o objetivo de valorizar os saberes da Tradição Popular, envolve outros setores de outras Secretarias. “Isso é visto pelo Prefeito Arnon Bezerra, pelo Secretário de Cultura, Renato Fernandes, e por toda a equipe da Secult: a valorização da tradição popular de Juazeiro do Norte como um pilar de base e de sustento da Cultura de nossa cidade”, conclui Maria Gomide.


Fotos: Carlos Lourenço 

Galeria de fotos


Tópicos: